Conheça as praias do Sul de Floripa

O Sul de Floripa nunca desaponta quando o assunto é praia, tem praia de mar forte e batido, enseadas de mar bem calminho, praia de lagoa, praia de ilha e até praia de rio, são tantas variedades que tem opções para banho, surf, kite, água gelada, água quentinha, águas límpidas, águas escuras.  

Vale ressaltar que algumas das praias do Sul de Floripa são conhecidas pela atmosfera selvagem e pouco urbanizada. Grande parte, inclusive, são antigas colônias de pescadores que ainda preservam sua história. Claro que existem as mais populares entre os turistas, mas mesmo essas insistem em preservar a cultura manezinha. 

Para conhecê-las, é possível ir de carro, mas algumas só podem ser visitadas através de trilhas ou de barco. 

A infraestrutura varia, pois algumas não dispõem de estadia, alimentação ou salva-vidas confira abaixo o acesso, infraestrutura, características e lazer de cada uma delas:

Campeche

Conheça as praias do Sul de Floripa 1Uma das praias mais famosas de Florianópolis, a praia do Campeche, é também uma das queridinhas dos surfistas. Com acesso principal pela Av. Pequeno Príncipe, ela fica situada entre as Praias da Joaquina e do Morro das Pedras. Possui areias brancas, dunas e vegetação de restinga. O mar é bastante agitado e gelado mesmo no verão, mas não tão gelados que não seja possível entrar e aproveitar. Em frente à praia está a paradisíaca Ilha do Campeche, onde só é possível chegar de barco. Lá você pode contar com serviço de bares, restaurantes, lojinhas e artesanato. No verão fica lotada de turistas, mas como é o bairro mais populoso do sul de Floripa ela tem movimento o ano inteiro.

Praia do Riozinho do Campeche

Também chamada de “Point do Riozinho”, essa praia é conhecida pelos frequentadores, a maioria jovens e surfistas. O mar costuma ser calmo e o verão costuma ser agitado devido ao fluxo de turistas. Inclusive, nessa época, o Riozinho recebe shows e eventos. Estacionamento, chuveiro e bares podem ser encontrados na rua que dá acesso à praia. Ela fica a 300 metros ao norte da vizinha, Campeche. Fique atento que apesar de ser uma praia de mar aberto, constantemente a água fica imprópria para banho junto à saída do Rio do Noca, afaste-se dessa área para o banho de mar.

Ilha do Campeche

Localizada em frente à Praia do Campeche, a ilha do Campeche possui uma praia de areia fina e clara. O mar tem poucas ondas e uma coloração que varia entre o verde e o turquesa. A ilha se destaca para quem tem crianças ou deseja mergulhar. O acesso é restrito a 400 pessoas por dia, e sai de três pontos diferentes: Praia da Armação, Praia do Campeche e da Barra da Lagoa. Durante o verão as saídas são diárias, em dias que o mar está favorável. No resto do ano, as saídas são mediante a demanda e apenas com tempo e mar favorável. Batizaram a ilha de o “Caribe de Florianópolis”, mas o local é um santuário ecológico, tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Além das atividades como mergulhos, há visitação às inscrições rupestres de cinco mil anos e trilhas guiadas aos mirantes naturais.

Morro das Pedras

Bairro Morro das PedrasSe você busca um lugar quieto, com areia fofa e ondas fortes, a Praia do Morro das Pedras é a opção certa. Com cerca de 2 km de extensão, essa praia atrai surfistas de todas as partes, justamente pela altura e velocidade das ondas. Algumas delas, inclusive, chegam a se chocar contra as pedras situadas na porção sul da praia, junto à rodovia, promovendo um visual lindo. Há inclusive um mirante próximo, onde a rodovia encontra o mar, que tem sempre umas barraquinhas de caldo de cana e pamonha (eventualmente também pastel, açai e churros) para agradar turistas e moradores. Mesmo quando não dá praia, o visual é um atrativo por si só. A praia do Morro das Pedras não possui quiosques ou construções, o que faz dela uma espetáculo da natureza.

Praia do Caldeirão (ou Caldeira)

Praia do CaldeirãoEssa praia fica entre as praias da Armação e Morro das Pedras. É procurada pela tranquilidade, tanto que não existem quiosques, bares ou mesmo qualquer infraestrutura. Inclusive, é raro encontrar vagas para estacionar os carros. Além do sossego, essa praia oferece um mar excelente para o surfe, tanto que já foi sede de campeonatos mundiais. Moradores dizem que é possível pescar, mas o que também tem levado muitos turistas ao local é a vista do antigo Mosteiro de Freiras, que fica ali pertinho, com acesso aberto ao público.

Praia da Lagoa do Peri

Conheça as praias do Sul de Floripa 2Localizada a 20 km do centro, a Lagoa do Peri fica em um parque municipal e tem cinco quilômetros de extensão. É considerada a maior lagoa de água doce da costa de Santa Catarina (já que Lagoa da Conceição tem água salgada). O local é ideal para famílias com crianças pequenas, pois a praia tem água calma e mesas para piquenique, além de parquinho. O parque tem algumas trilhas bem simples (boas para fazer com crianças) e próximas da lagoa e tem também a Trilha para a Cachoeira da Gurita, mais desafiadora. O parque também tem infraestrutura com estacionamento, restaurante e banheiros. Nos dias de sol, especialmente no verão é possível praticar vários esportes como: natação, caiaque e SUP (que podem ser alugados no local).

Praia da Armação

Praia da Armação do Pântano do SulUm dos locais mais visitados do Sul de Floripa, a Praia da Armação tem mais de 2 km de extensão. O mar é agitado ao norte e tranquilo ao sul, o que atrai muitas famílias, mas fique atento que eventualmente a saída do Rio Quincas não é próprio para banho. Possui infraestrutura turística, restaurantes, supermercados e lojinhas. Além do surfe, essa praia é um dos principais núcleos de pesca artesanal da Ilha. Se der sorte é possível observar baleias franca entre julho e novembro. A Igreja de Sant’Ana é uma das atrações do local, ela foi construída em 1772 e é o ponto religioso dos pescadores. Por esta praia se tem acesso a Ilha das Campanhas (ou Campanas), que está, praticamente, colada à praia, com acesso por uma pontezinha de madeira. A Ilha das Campanhas tem uma pequena praia, algumas piscinas naturais e um costão com uma bela vista, ótimo local para lindas fotos. É do trapiche da ponta da Campana que saem os barcos rumo à paradisíaca Ilha do Campeche.

Praia do Matadeiro

Praia do Matadeiro

Uma excelente praia para surfistas que fogem do agito das praias tradicionais em busca de boas ondas e areia mais tranquila. É também um ótimo lugar para prática do mergulho, devido as águas cristalinas. Na praia você também pode jogar futebol, frescobol e vôlei de praia, já que a faixa de areia é extensa. O acesso é feito por uma “trilha” a partir Rio Quincas, que pode ser atravessado pela água (na altura do joelho) ou pela ponte que sai do final da rua Luiz Gonzaga dos Santos. A Praia do Matadeiro é inacessível para carros. Durante a caminhada de, mais ou menos, 10 minutos, você se depara com um mirante. Na praia, você pode encontrar alguns restaurantes de beira de praia. É na ponta sul da praia do Matadeiros que inicia a trilha que leva à praia da Lagoinha do Leste.

Praia da Lagoinha do Leste

A famosa e selvagem Praia da Lagoinha do Leste pertence ao Parque Natural Municipal da Lagoinha do Leste e não tem infraestrutura. É mais procurada por pessoas que gostam de fazer trilhas, surfistas e quem deseja acampar (sem estrutura). Há três modos de se chegar à praia, por duas trilhas e por barco. Por barco (a partir do Pântano do Sul) é mais rápido, cerca de 15 minutos, mas só é possível na temporada. A pé a trilha menor, com 1 hora de duração, é feita a partir do Pântano do Sul (início na rua Manoel Pedro Oliveira). Outra mais longa, cerca de 3 horas, sai do Matadeiro. Ambas fazem qualquer um suar a camisa. A praia, com quase um quilômetro de extensão, é considerada uma das mais belas da Ilha, ela tem areia fofa e branquinha e a água (cristalina) tem temperatura agradável. Que desejar conhecer, recomenda-se levar comida, muita água e não esquecer de trazer o lixo de volta.

Pântano do Sul

Praia do Pântano do SulA Praia do Pântano do Sul está a 26 km do centro da capital e possui cerca de 2km de extensão. É considerada um dos maiores polos da pesca artesanal na Ilha. O mar é relativamente agitado, mas sem ondas muito grandes, o que acaba atraindo turistas que estão em família. Além de possuir ótimas opções de restaurantes de frutos do mar, é um local agradável para passar o dia com a família, apreciando o vai e vem dos barcos de pesca enquanto se aproveita a vasta faixa de areia.

Praia dos Açores

Praia dos AçoresA Praia dos Açores é eleita, por muitas famílias com crianças, um local ideal para relaxar, com bastante espaço na praia. Além de linda, ela se destaca pelas características naturais. Tem uma extensa faixa de areia, com águas limpas, ondas não muito fortes, mas que permitem a prática de Stand Up Paddle e o surfe. O local possui posto salva-vidas e algumas barracas de venda de lanches e bebidas (no verão). O acesso é urbanizado e os carros podem ser estacionados a poucos metros da areia.

Praia da Solidão

Praia da SoludãoConsiderado um refúgio para os amantes da tranquilidade, a 30 km do centro da cidade. Passando o Pântano do Sul e o Balneário Açores, essa é a última praia que pode ser acessada de carro no litoral leste do Sul de Floripa. Basta uma caminhada na pequena praia, cercada de morros e vegetação de Mata Atlântida para entender porque muitos a têm como um paraíso intocado. Gostosa para relaxar, além do mar de águas claras e agitadas, a Praia da Solidão possui uma pequena cachoeira onde se forma uma piscina natural, praticamente selvagem.

Praia do Saquinho

Praia do Saquinho - FlorianópolisA praia é pequena, cerca de 20 metros de largura, mas muito charmosa. Quase deserta, ela tem areia branca, águas claras e mar agitado. Para chegar até lá, você pega uma trilha de 20 minutos, saindo da Praia da Solidão. O trajeto não é difícil e a maior parte da trilha tem o caminho cimentado, mas tem algumas subidas íngremes onde você será presenteado com belas vistas. Tem um restaurante no local (com funcionamento no verão), mas um piquenique é uma excelente opção, só não deve se esquecer de recolher o lixo.

Praia de Naufragados

Essa última praia no extremo sul da ilha é cheia de mistérios históricos, ruínas de outros séculos e uma natureza praticamente virgem. Só é possível chegar por trilha (a partir do final da Rodovia Baldicero Filomeno, no Ribeirão da Ilha) ou por barco. Alguns bares de moradores locais servem bebidas e pratos típicos de pescadores. Não há carros ou barulho de cidade e uma das atrações é a caminhada para conhecer o farol do Forte dos Naufragados e uma bateria de três canhões localizada no costão oeste. Localizada a cerca de 36 km do centro da cidade, é ideal para quem curte uma praia mais isolada, boa para pescar nos costões ou surfar. A praia tem areia branca, ondas fortes e, normalmente, temperatura fria. A partir dela é possível observar a Ilha de Araçatuba e a Ponta do Papagaio, em Palhoça, já no continente.

Praia da Caieira da Barra do Sul

Praia da Caieira da Barra do SulEla é o ponto de partida para lanchas e baleeiras, além da atividade principal, que é o veraneio. Como fica voltada para o oeste (continente) a faixa de areia é estreita e o mar tem poucas ondas, o que a faz ser procurada por famílias com crianças e quem deseja tranquilidade. Existem quatro balneários que fazem parte da comunidade: Praia Grande, Praia da Caieira ou do Aderbal, Praia do Seu Norberto e Praia do Defunto. A Praia Grande e a Praia da Caieira são maiores e mais populares. As outras são menores e de difícil acesso. Da praia, é possível ter uma bela vista da baía sul e do continente.

Praia da Tapera

Conheça as praias do Sul de Floripa 3A praia da Tapera possui águas calmas e o mar da Baía Sul chega a lembrar uma piscina. Em alguns locais o fundo pode tornar-se lodoso. Existem árvores que servem de guarda-sol, mas são bastante disputadas. Ali existe uma das mais antigas colônias de pescadores do sul da ilha. É uma praia que possui uma pequena ilha a cerca de 200 m da faixa de areia, chamada Ilha das Laranjeiras. Localizada há 27kms do centro da cidade, a praia da Tapera possui uma também uma linda vista para as Praias de Fora e do Sonho, que ficam na cidade vizinha.

Gostou? Compartilhe!

Farah Diba Albuqerque

Apaixonada por viagem e turismo, Farah Diba Albuquerque não é manezinha no DNA, mas mora em Floripa há quase 30 anos. Fez duas faculdades: Direito e Jornalismo. Mas assume que a vocação é ouvir histórias, entrevistar pessoas e escrever sobre o que vê e sente. Já morou em vários cantos do arquipélago da magia, mas foi só no Sul da Ilha que encontrou o que precisava para escrever seu primeiro livro. É nesse pacote *{natureza, história e espírito de comunidade}* que descobriu um dos presentes da terra. Jornalista do site Sul de Floripa.
Fechar Menu