Morro do Lampião vira Unidade de Conservação

Dia 09 de novembro de 2021 foi criado o Refúgio da Vida Silvestre do Morro do Lampião, uma Unidade de Conservação que engloba o Morro do Lampião, uma área verde no coração do Campeche, bairro em crescente expansão urbana. A preservação do Morro do Lampião é importante não só pelo aspecto ambiental, mas também por questões turísticas, históricas, culturais e comunitárias, que foram considerados para a criação da Unidade de Conservação. Os Refúgios da Vida Silvestre (REVIS), previstos no Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) tem como objetivo principal assegurar condições para a existência e reprodução de espécies da flora e da fauna local.

A área do REVIS do Morro do Lampião compreende uma superfície de 111,47 hectares que abrange praticamente toda a área do Morro, inclusive terrenos particulares, que não precisarão ser desapropriados, desde que sejam compatíveis com os objetivos da criação da unidade. Veja o mapa que delimita a UC:

Morro do Lampião
Morro do Lampião

O Morro do Lampião é uma importante área verde que vinha perdendo espaço para expansão urbana do bairro Campeche, que o cerca por todos os lados. Existe no local uma real necessidade de conservação da cobertura florestal remanescente, que abriga rica biodiversidade de fauna e flora local, além da preservação dos recursos hídricos.

Além disso, o local é um atrativo turístico natural, importante para visitantes e moradores. Há uma trilha (carente de manutençã0) que leva a um mirante no alto do morro, com linda vista para todo o Sul da Ilha. Atrativo que precisa ser preservado e melhor utilizado para a prática de atividades de turismo sustentável e de educação ambiental. Saiba mais: Trilha do Morro do Lampião

O Morro do Lampião guarda também um pouco da história do bairro, já que ele era usado para fazer a sinalização e orientar os aviadores que pousavam no Antigo Campo de Pouso do Campeche, que existiu até a década de 1940. Os Lampioneiros, moradores do Campeche, subiam pela trilha para acender lampiões lá no alto da Pedra do Urubu para sinalizar os aviões. O fato acabou renomeando o Morro, que antigamente era chamado de Morro do Caboclo, ou Morro do Mato de Dentro.

Segundo o decreto a visitação pública e outras atividades deverão ser estabelecidas no Plano de Manejo da UC, a ser criado no prazo máximo de 2 anos. No entanto, a fim de resguardar a área, desde já ficam determinadas algumas proibições, como: usar barracas de acampamento, fazer churrasco e fogueiras, levar animais domésticos, introduzir espécies exóticas, circular com de veículos automotores pelas trilhas, cortar e suprimir vegetação nativa, entre outras, detalhadas no decreto.

A ideia da criação dessa unidade de conservação surgiu em 2013 com discussões entre lideranças comunitárias, professores e especialistas. O projeto de Lei foi encaminhado para a Câmara Municipal pelo vereador Afrânio Boppré.

Morro do Lampiao

A Unidade de Conservação Refúgio da Vida Silvestre do Morro do Lampião foi criada por meio do Decreto Municipal n° 23.323, de 09 de novembro de 2021, assinado pelo Prefeito Gean Loureiro e pelo Secretário da Casa Civil, Everson Mendes e ficou válido a partir do dia 11 de novembro de 2021, data no qual o decreto foi publicado no Diário Oficial da Prefeitura de Florianópolis.

Além dessa UC, no mesmo Diário Oficial da Prefeitura foi criado também o Refúgio da Vida Silvestre Municipal Meiembipe, que se torna a maior Unidade de Conservação de Florianópolis, com 59,72 Km² abrangendo 16 bairros: Itacorubi, João Paulo, Saco Grande, Monte Verde, Ratones, Vargem Pequena, Vargem Grande, Vargem do Bom Jesus, Cachoeira do Bom Jesus, Ponta das Canas, Lagoinha de Pontas das Canas, Praia Brava, Ingleses, Rio Vermelho, Costa da Lagoa e Lagoa da Conceição.

» Leia AQUI o decreto, ou veja diretamente no Diário Oficial da Prefeitura.

Luiza Campello

Moradora do Morro das Pedras, local que escolheu para viver. Formada em Turismo e com especialização em Comunicação Estratégica. Apaixonada pelo contato com a natureza e todos benefícios que isso proporciona. Incansável na busca por uma vida mais saudável e sustentável. Administradora do site Sul de Floripa.