Uma reflexão sobre o Corona e o TEMPO

Lembra? No final do ano passado tinha um tal de vírus chamado de “Corona“, lá na China. A coisa estava feia por lá, mas era tão longe, lá do outro lado do mundo, parecia muito distante! Só que no mundo de hoje a “distância” é muito relativa, estamos muito mais conectados. Da Ásia ele passou para a Europa, atravessou todo o planeta e em 4 meses veio bater na nossa porta.

De repente, aquele risco que parecia tão distante, tomou conta da nossa vida, chegou ao Brasil, até Santa Catarina e Florianópolis! Escolas foram fechadas, eventos cancelados, aglomerações proibidas, jogos de futebol suspensos e de repente nos vimos todos com uma orientação um tanto inusitada: ficar em casa!

Ficar em casa?! Isso não parece inconcebível, no mundo acelerado que vivemos? Em um mundo que nunca para, onde as pessoas estão doentes de stress, depressão e ansiedade. Em um mundo dominado por excesso de trabalho e falta de tempo, de repente o TEMPO de estar em casa caiu no nosso colo! Não é inacreditável?

Tempo para estar em casa, para preparar uma comida para a família, para brincar com as crianças, para meditar, fazer um curso online, para fazer um exercício, tempo para ler um livro, faz quanto tempo que você não senta e lê um livro no meio da tarde?

Já pensou em ter tempo para ouvir música sem fazer mais nada? Ter tempo para fazer uma faxina na casa, nas suas coisas, no guarda-roupa e vender ou doar tudo aquilo que você não precisa mais, renovar a energia.

Tempo para fazer um artesanato, compor uma música, pintar um quadro, começar a escrever um livro, plantar uma árvore no jardim, começar uma horta! Não tem espaço? Pode ser em vasinhos. 

Sabe aquele projeto sensacional que está engavetado há anos porque você nunca teve tempo para pôr em prática? Será que agora você não tem tempo para desengavetar ele de vez?

Acredite, você ganhou tempo para refletir, pensar sobre a vida, sobre a sua vida! Ela vai bem, você está feliz? Como poderia ser melhor? E as suas atitudes? Será você está fazendo o seu melhor para o mundo e para as pessoas ao redor? E para o planeta? Está apenas consumindo, descartando e poluindo?

O Corona nos obrigou a uma desaceleração do mundo. Menos carros, menos trânsito, menos produção, menos poluição.  Será que a natureza está nos forçando a buscar um novo equilíbrio? Nos mostrando que assim como está não dá para continuar?

Não, esse não é um texto poético! É um ponto de vista de uma realidade.

Sabemos que a realidade tem muitas faces, que muitas pessoas tem que trabalhar de casa, e nem tem tanto tempo assim, que muitas pessoas não conseguem nem parar de trabalhar, nem mesmo diminuir o ritmo. Sabemos que muitas pessoas vão ser contaminadas e vão transmitir o Corona Vírus, que algumas pessoas irão acabar falecendo. Por mais esforço que se faça, é inevitável.

Sabemos que a roda da economia vai desacelerar, que pequenas empresas podem fechar. Sabemos que o cenário não é poético e sim trágico, mas ainda assim sempre dá para usar essa crise para olhar para nós, para nossa casa, para nossa família com um olhar diferente. Você não acha?

Ah… e você já sabe o que fazer, certo?

Lave as mãos com muita frequência, fique em casa, proteja os idosos e se puder, como puder ajude pessoas que precisem de ajuda

E mais! Se for comprar algo, mesmo que online, ou se for pedir comida, faça uma opção consciente, valorize o comércio local e os pequenos empreendedores, que moram no seu bairro e na sua região.

Grandes empresas sobreviverão à crise, pequenos negócios locais, talvez não.

Gostou? Compartilhe!

Luiza Campello

Moradora do Morro das Pedras, local que escolheu para viver. Formada em Turismo e com especialização em Comunicação Estratégica. Apaixonada pelo contato com a natureza e todos benefícios que isso proporciona. Incansável na busca por uma vida mais saudável e sustentável. Administradora do site Sul de Floripa.
Fechar Menu