Campeche - Florianópolis

   Saúde, Fonoaudiologia, Serviços  ●    27/03/2020  ●    227 visitas

  • Fonoaudiologa Maria Teixeira Medeiros
  • Fonoaudiologa Maria Teixeira Medeiros

Atendimento Fonoaudiológico domiciliar na região sul de Florianópolis, para pacientes adultos com disfagia orofaríngea por doenças neurológicas. Atende nos bairros Rio Tavares, Campeche e Carianos. Realizo terapia manual convencional associada a Eletroestimulação neuromuscular e Laser terapia de baixa intensidade.

Contatos

  Endereço: Campeche - Florianópolis

Telefone: (48) 98422-3528

Whatsapp: (48) 98422-3528 « Clique para enviar mensagem.

E-mail: marinateixeira.fono@gmail.com

Instagram: @marinammt_fono


Funcionamento: Funciona regularmente o ano inteiro

Funcionamento: De segunda a sexta, das 8:00 às 19:00

Atendimento a domicílio: Rio Tavares, Campeche, Carianos

Fonoaudiologia Home Care

Um pouco sobre mim

Meu nome é Marina Medeiros Teixeira, sou formada em Fonoaudiologia pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Durante a minha infância nunca pensei em ser Fonoaudióloga e nem imaginava que minha profissão teria um papel tão importante para a sociedade. Habilitar, reabilitar, ajudar, dar carinho, ser atenciosa e preocupada com desconhecidos. Pode não ter sido um sonho da adolescência, mas, preciso dizer que, hoje, aqui nos meus 29 aninhos posso ter mudado a vida de umas 100 pessoas.

A Fonoaudiologia não é uma profissão qualquer, ainda mais na área da DISFAGIA. Requer muito amor, dedicação e muita vocação, muita mesmo. Trabalhamos por longos períodos, plantões, finais de semana, poucas horas de sono e acabamos passando bem mais tempo com nossos pacientes e Equipe Multi do que com nossos familiares que em alguns momentos não compreendem tanta dedicação e tempo empregado. Mas sabemos que é necessário alguns esforços para escutar um “oi” do paciente que está em desmame de traqueostomia, ou um “melhor coisa do mundo” depois de um gole de água após dias na intubação, ou ” mataria por um sorvete”.  Mais incrível ainda é poder ver uma foto de almoço de família onde seu paciente está sentado na mesa e com o prato cheio, ou aquela reversão de via alternativa de alimentação que ninguém achava possível mas a Fono conseguiu.

Amo minha profissão e sei que vale cada segundo, cada almoço meu não realizado, cada ausência em eventos sociais e vai continuar valendo. Agradeço a todos os meus pacientes que me ensinam diariamente o valor da vida e dos momentos. É uma honra ser Fonoaudióloga.

O que é Disfagia?

É uma alteração no processo da deglutição – ato de engolir alimentos ou saliva. Caracteriza-se por um sintoma comum em diversas doenças. Pode ocorrer em diferentes fases da vida, porém o grupo mais atingindo são os IDOSOS, podendo trazer diversos prejuízos à qualidade de vida do indivíduo.

Grupos de risco para Disfagia:
– Idosos;
– Intubações orotraqueais prolongadas;
– Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC):
– Acidente Vascular Encefálico (AVC) ;
– Traumatismo Cranioencefálico (TCE);
– Doenças de Parkinson;
– Doença de Alzheimer;
– Esclerose Lateral Amiotrófica e Esclerose Multipla;
– Câncer de Cabeça e Pescoço.

Na disfagia ocorre um desvio do bolo alimentar e/ou saliva da via digestiva para a via respiratória. Podendo causar desnutrição, desidratação, até consequências mais graves como pneumonias aspirativas ou obstrução completa da passagem do ar causando asfixia, podendo muitas vezes, levar a morte.

O propósito fundamental para o diagnóstico precoce, consiste em determinar o melhor tratamento de reabilitação junto ao Fonoaudiólogo habilitado e com experiência para atuar com esta alteração, ficando ao seu encargo, o gerenciamento e manejo da consistência dos alimentos e fortalecimento das estruturas debilitadas, tendo como principal objetivo, a busca da melhora da qualidade de vida desses indivíduos.

Hoje além da terapia fonoaudiológica manual convencional podemos dispor de tecnologias que auxiliam no processo de evolução terapêutica como a Eletroestimulação Neuromuscular (EENM) que modifica significativamente a força da musculatura elevadora da laringe e o Laser de Baixa Intensidade (LBI) podendo ser observado efeito biomodulador significativo nos processo inflamatórios, edematosos, reparação nervosa e muscular. Sendo essas, ferramentas importantes e significativas nas mãos de profissionais capacitados para reabilitar a disfagia orofaríngea.

Devemos ficar atentos aos sintomas como: dificuldade para engolir, sensação de alimento parado na garganta, tosses/engasgos/cansaço durante as refeições, perda de peso significativa e pneumonias de repetição.

Fechar Menu